Quem nunca ouviu essa frase? Se você já foi ao Rio de Janeiro, certamente você conheceu a Praia de Copacabana. Se ainda não foi à cidade, não deixe de colocá-la no seu roteiro carioca.

Um dos principais atrativos turísticos da cidade, o bairro famoso por sua praia, tem diversão para todo tipo de visitante! Vamos conhecer um pouco comigo?

 

Sobre o destino

Considerada uma das praias mais famosas do mundo, e carinhosamente apelidada de “Princesinha do Mar”, Copacabana é, sem dúvida, um dos cartões postais mais importantes do Rio. O bairro – um dos mais prestigiados e conhecidos no Brasil e no mundo – está localizado na zona sul do Rio de Janeiro, há cerca de 23km do Aeroporto Internacional do Galeão, e 11km do Aeroporto Santos Dumont.

Copa (como também é chamada pelos cariocas) atrai uma grande quantidade de turistas durante todo o ano para seus mais de oitenta hotéis, que ficam especialmente cheios nas épocas do réveillon e carnaval.

As areias da Praia de Copacabana já foram sede de grandiosos eventos, como campeonatos mundiais de futebol de areia, campeonatos mundiais de vôlei (como nos jogos Olímpicos de 2016), shows para até 1 milhão de pessoas (como o dos Rolling Stones em 2006), além de uma das maiores festas de réveillon do mundo e sua tradicional queima de fogos para mais de 2 milhões de pessoas.

Em 2013, a praia recebeu o seu recorde de público durante a 28ª Jornada Mundial da Juventude com o Papa Francisco, quando o público estimado foi superior a 3,5 milhões de pessoas.

Réveillon de Copacabana. Foto: Gabriel Monteiro | SECOM

 

Atrações Turísticas

Entre os muitos pontos do bairro que atraem os turistas, todos os olhos se voltam para a praia e seu famoso calçadão, que possui cerca de 4 km de extensão, começando no posto 1 na Praia do Leme, indo até o posto 6, no final da orla de Copacabana. Você pode alugar uma bicicleta, ou ainda fazer o percurso caminhando pelo calçadão. Esse sozinho, já é uma grande atração turística. Simulando as ondas do mar, seu desenho em curvas é conhecido em todo o mundo e foi projetado pelo paisagista Burle Max.

A Praia de Copacabana é um lugar ideal para práticas de esportes como: stand up paddle, canoagem e surf. Nas areias, cariocas e turistas se divertem e se exercitam com o vôlei de praia, futevôlei, entre outros. E o calçadão é um dos melhores espaços para atividades ao ar livre, como caminhadas, corridas e passeios de bicicleta. Aos domingos, uma das pistas da Avenida Atlântica, avenida que margeia a orla, é fechada para a circulação de veículos, liberando a área para atividades recreativas. Ao longo da orla, vários quiosques servem lanches, drinks e água de coco gelada para ajudar a refrescar.

 

Além da praia e do calçadão, alguns dos pontos mais conhecidos são:

Praia e Mirante do Leme – Apesar do Leme ser o bairro vizinho, vale a pena a visita por ser muito perto, e pela praia de águas limpas e tranquilas. Já o mirante, tem uma bela vista panorâmica de toda a orla; desde o posto 1 no Leme, até o posto 6, no final de Copacabana. Aproveite para apreciar a Estátua de Clarice Lispector, localizada na entrada da Pedra do Leme, perto dos quiosques. Clarice viveu por 12 anos no bairro e ganhou essa homenagem em 2016. Não tem como não tirar uma foto deslumbrante ao lado da Estátua de Clarice Lispector, com o fundo de toda a orla da Praia de Copacabana.

Copacabana Palace – Sim, além de ser uma luxuosa opção de hospedagem, o hotel é um dos cartões postais do bairro. Se você não pretende se hospedar, vale pelo menos uma parada para admirar sua fachada em Art Déco e arquitetura estonteante, e registrar o momento com uma foto.

Baixo Copa – Uma das regiões mais disputadas do bairro, o Baixo Copacabana fica localizado na Rua Bolívar e a Rua Domingos Ferreira. É uma agitada região com muitos botecos e restaurantes tipicamente cariocas, além de outras opções com os mais variados tipos de culinária. O clima descontraído do local é ótimo para encerrar o dia.

Feirinha Noturna de Copacabana – A Feira Noturna de Artesanato de Copacabana funciona de segunda à domingo, das 18h às 00h, no calçadão da Avenida Atlântica, na Praia de Copacabana, entre as ruas Miguel Lemos e Almirante Gonçalves. Ela fica entre os postos 4 e 5. Lá você encontrará souvenirs da cidade, pinturas, esculturas, objetos de decoração, roupas, acessórios, entre outros objetos de artistas locais.

Estátua Dorival Caymmi – O músico e compositor baiano viveu em Copacabana, e sua paixão pelo mar o fez dedicar muitas canções ao mar e às praias. A estátua fica na altura do posto 6, pertinho da Colônia de Pescadores, e é uma parada obrigatória para quem visita o local.

Estátua Carlos Drummond de Andrade – O poeta era uma pessoa muito contemplativa e gostava de sentar-se no mesmo banco onde hoje fica a sua estátua, em frente ao local onde viveu por muitos anos. Ficava horas contemplando o mar e a vista da praia! A estátua fica quase no final da orla, perto do Forte de Copacabana. Sentar-se no banquinho e “bater um papo” com o poeta rende fotos clássicas e super divertidas!

Forte de Copacabana – O Forte fica na ponta oposta da Pedra do Leme, finalizando com estilo a orla de Copacabana. Lá você encontrará outra vista deslumbrante e uma parte da história do Rio de Janeiro e do Brasil. Aproveite para conhecer o Museu Histórico do Exército. O Forte está aberto de Terça à Domingo, de 10h às 19h30 (museu e exposições até 18h), e o ingresso custa R$6 e R$3 (meia). Às terças-feiras a entrada é gratuita.

Estátua Carlos Drummond em Copacabana. Foto: Google.com

 

Onde Ficar

A oferta de hospedagem em Copacabana é imensa. Ao longo de toda Avenida Atlântica – avenida que liga o bairro à praia – é possível encontrar hotéis de grande, médio e pequeno porte. Entre eles, estão alguns ícones, como:

Hotel Hilton – Localizado no início da orla, entre o bairro do Leme e o bairro de Copacabana, é um dos prédios mais icônicos do local. Seu design de vidro espelhado chama atenção de todos que passam por ele.

Belmond Copacabana Palace – O hotel histórico tem quase um século de existência e continua sendo um dos mais importantes estabelecimentos hoteleiros da cidade e do Brasil. De frente para a Praia de Copacabana, o Copacabana Palace tem luxo, requinte e sofisticação como suas marcas registradas, e é conhecido em todo o Brasil por hospedar celebridades internacionais que visitam a cidade. Além disso, também é conhecido por realizar alguns dos mais badalados eventos sociais do Brasil. O hotel já foi eleito diversas vezes como o melhor hotel da América do Sul, como em 2009 quando recebeu o prêmio World Travel Award, um dos mais importantes prêmios mundiais de turismo.

JW Marriott – O hotel, de rede Americana, já hospedou ninguém menos que o então presidente dos EUA, Barack Obama, em 2011. Uma torre moderna e bem localizada, na altura do posto 4 da orla, de frente para a Praia de Copacabana.

Pestana Rio Atlântica – Prédio tradicional e também localizado na altura do posto 4, de frente para a praia de Copacabana.

Rio Othon Palace – Um dos mais tradicionais de Copacabana, o Rio Othon está localizado no posto 5, de frente para a Praia de Copacabana e mais perto do Forte de Copacabana.

Emiliano Rio – Inaugurado no final de 2016, o luxuoso hotel está localizado na altura do posto 6, também perto do Forte de Copacabana. Sua fachada arrojada chama atenção de todos que passam por ali.

Fairmont Rio de Janeiro Copacabana – Em uma localização privilegiada, no posto 6, final da orla de Copacabana e na divisa com o bairro de Ipanema, está localizado o luxuoso Fairmont. O hotel abriu no ano passado, depois de um período fechado para reformas. Em frente, está o Forte de Copacabana, e sua vista para toda a orla de Copacabana é de suspirar!

 

Além desses, existem muitas outras opções de hospedagem no bairro. Seria impossível enumerar todas aqui, mas vai desde os alojamentos mais simples, passando por hostels, pousadas, e hotéis de 3, 4 ou 5 estrelas.

 

Onde Comer

Assim como as opções de hospedagens, a oferta de restaurantes em Copacabana também é muito grande. Você pode optar por comer um petisco nos quiosques da orla, ou nos restaurantes da Av. Atlântica, que vão desde restaurantes mais chiques e tradicionais aos mais simples, mas não menos aconchegantes e saborosos. Também tem muitos restaurantes de fast food, cafés, bistrôs, trattorias, restaurantes veganos, etc. Alguns dos meus favoritos, e que eu indico, são:

Joaquina – Culinária brasileira servida em um casarão colonial ao estilo português. O sonho de camarão é maravilhoso! Localizado na Av. Atlântica, de frente para a Praia do Leme.

Don Camilo – De frente para a praia de Copacabana, na Av. Atlântica, altura do posto 4. Seu diferencial são as receitas mediterrâneas. A massa com frutos do mar é divina!

Boteco Belmonte – Famoso por seu chopp e empadinhas, mas também vale a pena se deliciar com a tradicional feijoada carioca. Fica na rua Bolívar, esquina com a rua Domingos Ferreira, local conhecido como “Baixo Copa”, por seu clima boêmio e muitos bares e restaurantes.

Bibi Sucos – Se você quer um lanche rápido e saudável, um café da manhã com tapiocas ou omeletes, um açaí depois da praia, esse é o seu lugar. São duas unidades em Copacabana: na Rua Santa Clara e outra na Rua Miguel Lemos.

Confeitaria Colombo – Seja para um café da manhã, um lanche, ou um chá da tarde glamouroso, a Confeitaria Colombo tem que entrar no seu roteiro. Está localizada dentro do Forte de Copacabana e com vista para um dos mais belos cartões-postais da cidade, a Praia de Copacabana. A tradição e charme da confeitaria é o cenário perfeito para tornar o passeio ainda mais especial. Eu gosto de ir ao final da tarde, quando todas as cores do por do sol se misturam com as cores do mar e podemos contemplar a beleza estonteante da natureza.

 

 

Sabemos que estamos vivendo um momento delicado e a maioria das viagens ainda estão suspensas, mas planejar também é ótimo e está liberado! E agora que eu te contei um pouquinho sobre esse destino maravilhoso, que tal incluir Copacabana no seu roteiro de viagens pós pandemia?

 

Até a próxima!


Taiane Mazzé
Embaixadora de Turismo do Rio de Janeiro.

[email protected]

(21) 98253.0032