default-logo

A capital paranaense sempre surpreendendo com seus espaços de cultura e conhecimento. Além de museus importantes como do holocausto, a cidade apresenta o museu egípcio.

Conhecida pelos seus belos parques, polo gastronômico, urbanização e um povo acolhedor, Curitiba também traz aos visitantes e moradores, culturas de outros países. Além de valorizar é claro a cultura dos povos que imigraram para a região como alemães, italianos, poloneses e ucranianos.

Estas instituições sem fins lucrativos, abertos ao público que geralmente conservam, pesquisam e expõem infinitos objetos. Além de difundir conhecimento, preservam a história que ali existe e apresentam uma investigação de cada peça exposta para acrescentar algo mais à educação da sociedade. Estamos falando dos museus.

Importantes centros de memória, os museus agregam informações, conteúdos culturais, científicos, artísticos e históricos, são excelentes locais para visitação e, além de tudo, ótimos pontos turísticos.

Créditos: Arquivo do Museu Egípcio de Curitiba

Em Curitiba, a Ordem Rosacruz – AMORC mantém dois museus dedicados à cultura egípcia antiga e outro à preservação da memória da Grande Loja da Jurisdição de Língua Portuguesa – AMORC.

O Museu Egípcio é formado por objetos relacionados ao Antigo Egito, possuindo peças que contam as histórias dos faraós, da religião e do cotidiano daquela civilização.

O Museu Egípcio foi fundado em 17 de outubro de 1990 pelo ex-Grande Mestre, Frater Charles Vega Parucker. Para a supervisora cultural da Ordem Rosacruz em Curitiba, Vivian Tedardi, esses espaços são importantes pela singularidade dos conhecimentos que oferecem. “O Museu Egípcio dedica-se a divulgar a história do Antigo Egito e por isso é um espaço cultural e educativo, uma vez que, além de atender o público em geral, oferece à comunidade escolar atividades educativas em suas exposições.”, explica Vivian Tedardi.

O Egito desperta uma grande curiosidade nas pessoas. No Brasil há, contudo, poucos espaços culturais através dos quais é possível conhecer mais sobre a civilização egípcia. “Curitiba é um dos poucos locais onde pode-se ter contato com a história do Antigo Egito e onde é possível conhecer a importante contribuição dos egípcios para a história da humanidade”, diz Vivian.

Sobre as exposições:

No Museu Egípcio há réplicas fiéis de objetos relacionados ao Antigo Egito cujos originais são conservados no acervo de diversos museus europeus, egípcios e norte-americanos. Esses objetos relacionam-se com muitos aspectos da vida daquele povo, assim como a organização social, religião e política. A peça mais importante do Museu Egípcio da AMORC é a múmia original de uma dama egípcia chamada “Tothmea”, que possui cerca de 2600 anos. Ela está na coleção do museu desde 1995.

Créditos: Arquivo do Museu Egípcio de Curitiba

Entre as novidades que este museu oferece, é possível assistir um vídeo sobre Tothmea antes mesmo que o visitante possa vê-la em uma sala especialmente projetada com pinturas na parede, como numa tumba egípcia da 18ª Dinastia. Estão disponíveis para consulta tablets com conteúdo exclusivo, a fim de que se possa ter contato com outras informações relacionadas ao Antigo Egito.

Créditos: Arquivo do Museu Egípcio de Curitiba

O Museu Egípcio possui cerca de 700 peças relacionadas ao Antigo Egito, sendo que, a cada 2 anos uma nova temática é trabalhada para uma nova exposição que conta com a exibição de 140 até 200 peças.

Entre as peças mais importantes podemos citar as duas múmias do acervo; Tothmea, que possivelmente foi uma cantora ou musicista de um templo egípcio dedicado à deusa Ísis, e a múmia de uma menina de cerca de dois anos apelidada no Museu Egípcio de “Wanra”. Esta é uma múmia andina e, diferente de Tothmea, seu corpo foi preservado naturalmente, através das características do ambiente onde foi enterrada.

Realmente se você já visitou a capital paranaense e não visitou este museu, está na hora de voltar. Pois além de lindos parques e uma gastronomia admirável, Curitiba se reinventa a cada momento.

Informações de Serviço dos Espaços Culturais da AMORC GLP

Valendo a partir do dia 07/09/2019

Museu Egípcio e Rosacruz e Complexo Luxor

Atual Exposição: Akhet: o horizonte dos deuses

Endereço: Rua Nicarágua, 2620 – Bacacheri – 82515-260 – Curitiba, Paraná.

Período para visitação: até setembro de 2020.

Entrada:

R$ 10,00 inteira;

R$ 5,00 meia (estudantes rosacruzes, crianças até 12 anos, idosos, estudantes, professores mediante documento comprobatório, doadores de sangue e pessoas com necessidades especiais);

Visitas monitoradas para grupos escolares: R$ 2,50 por integrante do grupo para visitas à exposição “Akhet: o horizonte dos deuses” e visita ao Complexo Luxor.

Dias e horários de funcionamento:

De terça a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h30;

Sábados: das 10h às 17h;

Domingos: das 13h30 às 17h;

Feriados: das 10h às 17h.

*O acesso às instalações do Museu será feito até meia hora antes do horário de fechamento.

Mais informações: http://museuegipcioerosacruz.org.br/

Facebook Oficial do Museu: https://www.facebook.com/museuegipcioerosacruz

Museu O Rei Menino de Ouro: Tutankhamon.

Endereço: Rua Nicarágua, 2620 – Bacacheri – 82515-260 – Curitiba, Paraná.

Entrada:

R$ 24,00 inteira;

R$ 12,00 meia (estudantes rosacruzes, crianças até 12 anos, idosos, estudantes, professores mediante documento comprobatório, doadores de sangue e pessoas com necessidades especiais);

Visitas monitoradas para grupos escolares: R$ 3,50 por integrante do grupo para visitas à exposição do Museu O Rei Menino de Ouro: Tutankhamon, apenas visita para esse museu.

Dias e horários de funcionamento:

De terça a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h30;

Sábados: das 10h às 17h;

Domingos: das 13h30 às 17h;

Feriados: das 10h às 17h.

*O acesso às instalações do Museu será feito até meia hora antes do horário de fechamento.

Mais informações: http://museuegipcioerosacruz.org.br/

Facebook Oficial do Museu: https://www.facebook.com/museuegipcioerosacruz

Visitas monitoradas para grupos escolares: R$ 6,00 por integrante do grupo para visitas à exposição “Akhet: o horizonte dos deuses” no Museu Egípcio e Rosacruz, visita ao Complexo Luxor e visita à exposição do Museu O Rei Menino de Ouro: Tutankhamon.


Marco Aurélio Moura

Embaixador Turismo Paraná, Santa Catarina e RG Sul

Cel (11) 95949.7929

[email protected]