Decreto isola Fernando de Noronha do restante do país

noronha

O turismo está suspenso desde sexta-feira (20) em Fernando de Noronha, arquipélago de Pernambuco situado a 350 km da costa brasileira, quando turistas e servidores estaduais e federais foram retirados da ilha, informa o G1. O intuito é isolar o local contra a transmissão de COVID-19, que até a última semana, já contava com um caso suspeito.

Segundo o portal, o decreto lançado pela administração de Noronha também afirma que turistas que pagaram antecipadamente a Taxa de Preservação Ambiental poderão utiliza-la em uma viagem futura, sem haver, até o momento, a possibilidade de ressarcimento.

Com a crise do coronavírus pelo mundo, o turismo está no topo dos setores mais atingidos pela pandemia. Com o fechamento da rede hoteleira e o cancelamento ou adiamento de viagens devido à doença, a estimativa é que até o final do mês de março, o prejuízo do setor no Brasil seja de R$ 3,5 bilhões, conforme calcula a Associação Brasileira de Resorts em pronunciamento ao jornal O Estado de S. Paulo.

Dicas para a quarentena

Para amenizar o rombo do turismo na economia, o BIRDYMEE indica que passagens e reservas sejam adiadas – em algumas companhias aéreas, é possível remarcar os bilhetes para dentro de um ano. Comprar de pequenos produtores on-line e divertir-se no aplicativo BIRDYMEE também contribuem para enfrentar o período da quarentena de modo saudável e sustentável.

Sobre o autor

Deixe um comentário

*