Consumidor tem até 6 de julho para solicitar reembolso ou remarcação de viagens sem custo adicional

artur-tumasjan-KZSNMN4VxR8-unsplash

O consumidor tem até o dia 6 de julho de 2020 para se manifestar perante as empresas de turismo quanto à remarcação e reembolso de serviços cancelados diante do cenário do coronavírus. No caso de reembolso, o valor deve ser devolvido ao cliente em  até 12 meses após o fim da pandemia, com correção monetária.

Não há custo adicional, taxas ou multas para solicitações feitas dentro do prazo estipulado.

Publicada como medida provisória (MP/948) pelo governo federal na noite desta quarta-feira (8), a atualização das regras de consumo em turismo visa “garantir a sobrevivência do setor durante a pandemia”.

Desde março, quanto o surto do COVID-19 começou a se intensificar no país e no mundo, 85% das viagens no Brasil foram canceladas, o que indica que o segmento do turismo é um dos mais afetados pela crise.

 

Fonte: Ministério do Turismo

Deixe um comentário

*